3 dias na ilha grega Zakynthos, um dos cartões postais favoritos dos “instagrammers”

Zakynthos é uma ilha localizada no mar Jônico, uma das ilhas localizadas no lado oeste do continente grego.

Zakynthos se popularizou nos últimos anos graças a praia de Navagio, eleita uma das mais bonitas do mundo e um dos cartões postais favoritos dos instagrammers. Mas pudemos constatar que a ilha vai muito além de Navagio Beach.

Ficamos três dias em Zakynthos e nos hospedamos em Zakynthos Town, região central da ilha, e aonde estão concentrados os maiores pontos de comércio.

A famosa praia de Navagio Beach (Ναυάγιο παραλία)

Dia 1

Quisemos começar obviamente por Navagio Beach.  A praia em si, só é acessível por barco. Já o famoso mirante para a praia, localizado no norte da ilha, é acessado por carro. E foi por lá que começamos.

Uma vez que os principais hotéis ficam ao sul da ilha, o passeio é longo. E a ilha é maior que aparenta ser.  Para atravessar os extremos da ilha chegamos a gastar uma hora. Mas as estradas com visual rústico, suas inúmeras oliveiras e colinas com vista para o litoral também transformam o trajeto em atração.

Ao chegar no mirante a sensação não poderia ser outra que não o deslumbre. Que azul é esse? Confesso que nunca havia visto de perto uma praia tão bonita.

Para os que adoram fotografar, logo à direita do mirante à uma pequena trilha que leva para uma visão mais limpa de melhor angulo da praia. Mas tenham muito cuidado: não se aproximem demais do penhasco para tirar fotos. Não há selfie que valha uma vida. A visita ao alto de Navagio só nos despertou ainda mais a vontade de ir a praia.

Saindo de lá, fomos conhecer outras praias da região norte da ilha, como Xigia e Makri Gialos.

Dica: há alguns restaurantes nesse lado da ilha com preço razoável e uma otima vista do mar jônico. é uma boa região para almoçar.

De volta aos passeios, fomos a praia de Xigia . A praia é muito linda vista da estrada e possui uma faixa de areia pequena e bela. Mas tem um defeito: um cheiro forte de enxofre, o que pode desanimar alguns banhistas. Por outro lado, as águas de Xigia também são procuradas por sua grande presença de colágeno,  conhecido por fazer bem para pele e retardar o envelhecimento .

Xigia (Ξύγκια)

Quanto a Makris Gialos (“baía grande”, em grego), é uma praia tranquila e sem grande movimento, ideal para quem gosta de sossego. A água é límpida e adoramos passar a tarde ali. Esta foi uma das nossas praias prediletas em Zakynthos.

Makris Gialos (Μακρυς Γιαλος)

Dia 2

Dia de ir à praia de Navagio. Você pode pegar um barco para Navagio de várias partes da ilha. Mas os melhores lugares para pegar os barcos são em Porto Vromi e Agios Nicolaos (“São Nicolau”), ao norte de Zakynthos. Isso pois partindo destes portos o trajeto é menor até Navagio, e os barcos são menores também, permitindo que você também explore as Blue Caves no caminho. Grandes barcos, como os que saem ao sul da ilha, no geral não consegue adentrar nas cavernas azuis.

E assim, partimos de Agios Nicolaos, pagando 15 euros pelo passeio no barco, que dura em média 2 horas (uma hora para deslocamento e visita às Blue Caves) e mais uma hora para ficar em Navagio. Minha dica é: quanto mais cedo da manhã você partir melhor será, pois encontrará a praia mais vazia. Em geral, a partir das 10:00 até o final da tarde, Navagio estará sempre cheia de turistas.

E partimos. O azul do mar no caminho impressiona.

E nas Blue Caves, fica a impressão de que a água é ainda mais azul. Isso ocorre por conta do calcário presente no fundo do mar, que ao juntar à incidência da luz gera um azul neon.

As famosas Blue Caves.

Depois chegamos a praia de Navagio (“naufrágio”, em Grego), também conhecida como “shipwreck” (“naufrágio”, em Inglês). Esse nome vem em função do navio que se encontra ao centro da praia, um navio contrabandeado que naufragou após colidir com algumas pedras e que foi encontrado em 1983, assim como aquela que hoje é provavelmente a praia mais famosa da Grécia.

O navio que deu nome a praia de Navagio.

As fotos em Navagio dispensam qualquer tratamento. Esta poderia ser considerada a praia “perfeita”. O único defeito é que água é gelada, assim como a maior parte das praias europeias. Mas por esse azul todo, a gente nem liga.

O azul apaixonante de Navagio

Após Navagio, partimos para o sul de Zakynthos para conhecer outra praia acessível somente por barco: a ilha de Marathonisi (“maratona”, em Grego), conhecida por ser a “Ilha das Tartarugas”. Esta ilha é o maior ponto de desova das tartarugas na Grécia, e é uma reserva natural considerada um ponto importante para a preservação destes animais.

Além disso, é uma bela praia. Para chegar a Marathonisi, você deve pegar ir as praias de Keri e Laganas, e de lá pegar um taxi boat que sai por volta de 10 euros.

Marathonisi(μαραθωνίσι), também conhecida por “Ilha das Tartarugas”

Dia 3

Dia de aproveitar o sul e sudoeste da ilha. Iniciamos por Cameo Island, uma ilha privada separada do continente por uma ponte, e conhecida por ser um ponto famoso de festas no verão. Geralmente é cobrado 5 euros para o seu acesso com direito a uma bebida. Fomos lá em um dia nublado (o único da nossa visita à Grécia), assim não deu para aproveitar muito.

De lá partimos para Keri, uma praia bem família. A estrutura da praia é boa, sendo possível sentar em algumas em algumas cadeiras (por 5 euros) e curtir a sombra natural de algumas árvores a beira-mar. Particularmente, comparado à outras praias da ilha, achei Keri um pouco sem-graça.

Então fomos para o Porto Limmnionas. Seu acesso, assim como outros pontos em Zakynthos, se dá por curvas sinuosas. Então tenha bastante cuidado na direção.

Cameo Island (κάμεσο νησί)

Lá não há praia com faixa de areia, mas há uma maravilhosa enseada com vista para o azul do mar. E que vista. Há um restaurante bom e cadeiras confortáveis que cercam o porto. È um lugar muito bom para se passar o dia e ver o pôr do sol. Foi, sem dúvida um dos lugares que mais gostamos em Zakynthos, e as fotos justificam bem o porquê.

Porto Limmnionas (Λιμνιώνας Λιμάνι)

Neste dia também, ficamos um tempo na capital da ilha, em Zakynthos Town. É um lugar simpático, com uma bela orla, edifícios históricos, igrejas, comércio e restaurante. È o centro comercial da ilha. Ficamos um pouco na Solomos Square (praça central de Zakynthos Town) e aproveitamos para comer em um dos restaurantes da orla. E por sinal, fica o elogio ao atendimento prestado pelos gregos, que são usualmente solícitos. Além disso, é comum que muitos na Grécia que muitos estabelecimentos dêem aos clientes uma sobremesa ou bebida por conta da casa após a conta.

Deixe uma resposta